sexta-feira, 21 de abril de 2017

Pais e alunos da Escola Micael de Aracaju finalizam obra para as crianças

     No feriado de Tiradentes (21 de abril) pais e alunos da Escola Micael de Aracaju põem a mão na massa para finalizar a obra da construção de uma casinha de bonecas destinada a brincadeiras bem divertidas das crianças do Jardim de Infância.
     A Escola Micael de Aracaju oferece turmas de Educação Infantil seguindo a Pedagogia Waldorf e, possui em seu quadro professores especialistas nesse método, formados pelo Instituto Social Micael e Faculdade São Luís de França.
     A escola funciona nas instalações do Instituto e seus pequenos discentes possuem idade entre dois e seis anos.
      A construção da casinha é resultado do projeto "Minha Casa Minha Rifa" que levantou recursos por meio da rifa de um kit composto por doações de livros, trabalhos manuais e brinquedos feitos por alunos, pais e professores da escola.
 
Todos hábeis construtores (aceitamos encomendas)
 
 
Decoração sui generis
  
Sempre falta um detalhezinho

Resultado do projeto "Minha Casa Minha Rifa"
 

terça-feira, 18 de abril de 2017

Correio de Sergipe de 18/04/2017

Correio de Sergipe 18/04/2017

Correio de Sergipe 18/04/2017


Texto do jornalista Helmo Goés publicado no Correio de Sergipe de 18/04/2017
 
 
     Instituto Micael forma turma de professores em Pedagogia Waldorf
     O Instituto Social Micael promoveu o encerramento da segunda turma do Curso de Fundamentação em Pedagogia Waldorf, um método alternativo de ensino, reconhecido pelo Ministério da Educação, que busca integrar, de maneira holística, o desenvolvimento físico, espiritual, intelectual e artístico dos alunos. A pós-graduação, realizada em parceria com a Faculdade São Luís de França, culminou na formação de 54 professores dos Estados de Sergipe, Bahia, Paraíba e Alagoas.
     Com carga horária de 1600 horas, o curso teve quatro anos de duração e foi dividido em 16 módulos. Os alunos tiveram quatro encontros presenciais por ano, com uma semana de duração cada, nos quais puderam fazer uma completa imersão em atividades intelectuais e artísticas de grande profundidade.
     O diretor-presidente do I.S. Micael, Paulo do Eirado, enalteceu os anos de convivência e a disponibilidade de todos os envolvidos. "É um momento muito especial e fico feliz em participar dele com vocês. Foram quatro anos de trabalho duro, de muita persistência, força de vontade, e, acima de tudo, de um grande amor pela Pedagogia Waldorf. Fico bastante sensibilizado em ver que essa ideia sobrevive, que as pessoas buscam realmente construir um mundo melhor. Entendo que todos nós crescemos ao longo desse período. Todos somos melhores do que éramos quando começou o curso, pois fizemos uma caminhada verdadeira, segura e de grandes conquistas", declarou Paulo.
     Vivência
     Para a coordenadora do I.S. Micael, Maria Aparecida Dias, a especialização em Pedagogia Waldorf enriquece o trabalho dos professores em sala de aula. "Durante o curso, eles vivenciaram o que seus alunos podem vivenciar. Eles não vieram aprender apenas um conteúdo teórico, mas um conteúdo inspirado, acima de tudo, na alma do ser humano. Os alunos não aprendem apenas nos livros. Eles aprendem no encontro com o professor, que é o porta-voz do conteúdo. Então ele tem que estar muito bem preparado para fortalecer esse encontro, para fazer o aluno gostar do que faz, ter encantamento. Por isso foi uma longa jornada, de muito esforço, um verdadeiro mergulho em Pedagogia Waldorf", destacou. 

sábado, 15 de abril de 2017

O aniversário da profª Carmen

     Parabéns Professora Carmen!  Desejamos muitos anos de vida feliz.
     Você merece a coroa de ouro e a capa de superpoderes confeccionadas por seu alunos admiradores.


sexta-feira, 14 de abril de 2017

Encerramento da II Turma da formação em Pedagogia Waldorf

     Em 14 de abril de 2017 aconteceu a última aula da II Turma da Formação em Pedagogia Waldorf, pós-graduação lato sensu, realizada pelo Instituto Social Micael juntamente com a Faculdade São Luís de França.
     Certamente, a resiliência e a superação estão de mãos dadas com todos os que participaram dessa turma, iniciado em junho de 2013. Foram quatro anos de duração, 1.600 horas-aulas presenciais, 16 módulos de imersão, alunos residentes em vários estados nordestinos, crise econômica generalizada, compromissos familiares, dificuldades em conciliar com horários de trabalho, etc. Enfim, as situações corriqueiras da vida moderna e as alterações que acontecem em nossas vidas ao longo de quatro anos.
     De qualquer forma, a sensação que fica é de que todos nós crescemos muito com essa experiência. Aconteceu com os alunos, com os professores, com as instituições, com os colaboradores e apoiadores.
     A certeza que temos é que a vontade realizadora prevaleceu sobre os obstáculos desanimadores. Comprovadamente, a tenacidade nordestina frequentou todas as aulas e ainda fez os deveres de casa.
     Parabéns aos queridos alunos. Continuem ensinando pelo exemplo.
     Imensa gratidão a todos que confiam no Instituto Social Micael. Nossa percepção é que a confiança é a "substância" primordial que faz com que os projetos aconteçam.
    Assim, a sensação do momento é a do dever cumprido e, a pronta disposição para começar tudo de novo com a futura Turma III. Como disse o poeta "tudo vale a pena se a alma não é pequena".   Paulo do Eirado Dias Filho - Diretor Presidente

 

Professor Raimundo Moreira (CE).   Foto Alex França

 
     Sob orientação do professor Raimundo Moreira, os formandos apresentaram o espetáculo 'Faustino, um Fausto Nordestino', de Eliane Ganem, baseado em um conto popular resgatado pela Literatura de Cordel. Para contar a história do personagem esperto que engana a todos para se dar bem, o grupo esteve envolvido em todos os processos da montagem.
     "O teatro, como arte cênica, congrega todas as linguagens, como a música, a dança, e as artes plásticas. E, por causa dessa totalidade, ele é escolhido para fazermos esse fechamento da turma de Pedagogia Waldorf", disse o professor Raimundo. (Texto Jornalista Helmo Goés)




Aluno Bruno Marcondes.   Foto Alex França

     Dentre os concludentes do curso, pessoas de diversas partes do país, com diferentes histórias, mas um aspecto em comum: o fascínio pela Pedagogia Waldorf. Uma delas é o mineiro Bruno Cesar Marcondes, professor da Escola Micael, integrada ao I.S. Micael. "O método Waldorf traz um pensar novo, e eu vejo, na prática pedagógica, quando lido com as crianças, que é super valoroso. Ele te dá a ferramenta para trabalhar e observar o desenvolvimento nas suas sutilezas, e perceber o que é melhor para a criança, pois cada uma é diferente, não existe uma fórmula única para todas elas. São ferramentas que nos permitem ajudar cada criança em seu desenvolvimento para que, no futuro, elas se tornem seres humanos mais completos, que contribuem com a sociedade, que são felizes e se encontraram na vida", declarou Bruno. (Texto Jornalista Helmo Goés)





O cerimonial foi brilhantemente realizado pela aluna Fernanda Cohim.  Foto Alex França 
 
     O Instituto Social Micael realizou a festa de encerramento da segunda turma do Curso de Fundamentação em Pedagogia Waldorf, um método alternativo de ensino, reconhecido pelo Ministério da Educação, que busca integrar, de maneira holística, o desenvolvimento físico, espiritual, intelectual e artístico dos alunos. A pós-graduação, realizada em parceria com a Faculdade São Luís de França, culminou na formação de 54 professores dos Estados de Sergipe, Bahia, Paraíba e Alagoas.
 
A cerimônia foi conduzida pela aluna Fernanda Cohim, escolhida pelos demais colegas para a função que desempenhou brilhantemente, culminando com a rica apresentação teatral dos concluintes do curso.
 
 
     A prática teatral é um dos materiais da Pedagogia Waldorf, e é desenvolvido com os alunos desde os primeiros anos da vida escolar. O teatro também está presente em um dos módulos do curso de formação de professores, e foi a grande atração do encerramento da segunda turma do I.S. Micael. (Texto Jornalista Helmo Goés)


 
Painel decorativo e informativo.  Foto Alex França

     Criada em 1919, a Pedagogia Waldorf é uma abordagem pedagógica baseada na filosofia da educação do filósofo austríaco Rudolf Steiner, fundador da antroposofia. O método de ensino é caracterizado pelo conhecimento da natureza, do ser humano e do universo, e no conceito de que cada pessoa tem um desenvolvimento diferente. Conta, hoje, com mais de 1000 escolas e cerca de 2000 jardins de infância, e está presente em mais de 60 países.
      Atualmente, em Sergipe, apenas o ensino infantil é praticado nas escolas adeptas do método Waldorf. A Escola Micael, Integrada ao I.S. Micael, é pioneira no Estado em oferecer a metodologia, e hoje conta com duas turmas formadas por crianças com até seis anos de idade. (Texto Jornalista Helmo Goés) 




Mensagem do Diretor-presidente Paulo do Eirado aos concludentes.  Foto Alex França
     Presente à cerimônia, o diretor-presidente do I.S. Micael, Paulo do Eirado, enalteceu os anos de convivência e a disponibilidade de todos os envolvidos. "É um momento muito especial e fico feliz em participar dele com vocês. Foram quatro anos de trabalho duro, de muita persistência, força de vontade, e, acima de tudo, de um grande amor pela Pedagogia Waldorf. Fico bastante sensibilizado em ver que essa ideia sobrevive, que as pessoas buscam realmente construir um mundo melhor. Entendo que todos nós crescemos ao longo desse período. Todos somos melhores do que éramos quando começou o curso, pois fizemos uma caminhada verdadeira, segura e de grandes conquistas", declarou Paulo.  (Texto jornalista Helmo Goés)



Mensagem da Superintendente da FSLF, Dra. Cristiane Fonseca.   Foto Alex França 
     Professores da Faculdade São Luís de França, que pela segunda vez chancelou a pós-graduação em parceria com o I.S. Micael, orientaram os alunos na elaboração dos Trabalhos de Conclusão de Curso. A diretora da faculdade, Cristiane Tavares, ressaltou o encontro entre as instituições. "Começamos há mais de dez anos com a primeira turma de pós-graduação em Pedagogia Waldorf, uma das pioneiras no Brasil. É um curso bem fundamentado, muito robusto, de modo que é uma honra para qualquer instituição de ensino superior poder aferir a certificação desses alunos que passam tanto tempo se dedicando a essa metodologia bem diferenciada. Participar desse desfecho é uma honra para a Faculdade São Luís de França", disse a diretora. (Texto Jornalista Helmo Goés)



Com a palavra a Professora Carmem Zietmann (SP), tutora de diversas escolas Waldorf.  Foto Alex França


     A condução dos 16 módulos do curso coube a professores convidados de diversas partes do país, a exemplo da docente Carmem Zietemann. Professora por 18 anos da Escola Waldorf Rudolf Steiner de São Paulo, pioneira no país neste método de ensino, Carmem se dedica, hoje, aos cursos de formação e tutoria de professores novatos, que precisam de uma ajuda no início da carreira.
      Carmem Zietemann aponta uma expansão do método Waldorf no país. "A Pedagogia Waldorf se desenvolveu muito no Brasil e, atualmente, quase todos os Estados já possuem uma ou mais escolas. Em geral, elas começam com a educação infantil e vão aumentando. E os cursos de formação de professores estão acompanhando o desenvolvimento das escolas que foram surgindo, pois é uma pedagogia que exige uma especialização. Além da formação acadêmica, é necessário esse curso de quatro anos, pois é uma metodologia bem diferenciada", explicou. (Texto Jornalista Helmo Goés)



A palavra da Coordenadora do IS Micael, Cida Dias.  Foto Alex França

     Para a coordenadora do I.S. Micael, Maria Aparecida Dias, a especialização em Pedagogia Waldorf enriquece o trabalho dos professores em sala de aula. "Durante o curso, eles vivenciaram o que seus alunos podem vivenciar. Eles não vieram aprender apenas um conteúdo teórico, mas um conteúdo inspirado, acima de tudo, na alma do ser humano. Os alunos não aprendem apenas nos livros. Eles aprendem no encontro com o professor, que é o porta-voz do conteúdo. Então ele tem que estar muito bem preparado para fortalecer esse encontro, para fazer o aluno gostar do que faz, ter encantamento. Por isso foi uma longa jornada, de muito esforço, um verdadeiro mergulho em Pedagogia Waldorf", destacou Aparecida. (Texto Jornalista Helmo Goés)




A simpática Oradora da Turma, Elionai de Jesus.   Foto Alex França 


     Elionai de Jesus vendia pastéis quando foi convidada a conhecer a Pedagogia Waldorf. O convite, segundo ela, foi pela habilidade em lidar com as crianças na cidade de Maraú, sul da Bahia. Hoje professora da Escola Comunitária Jardim das Bromélias, Elionai é só elogios ao método Waldorf de ensino. "O que mais me fascina é poder olhar o ser integrado. Não é apenas o saber, o sentir, o querer. É tudo quadrimembrado, pois existe um eu superior. É isso que me encanta", disse a professora. (Texto Jornalista Helmo Goés)


O sucesso de Faustino - Um Fausto Nordestino - cenas

       Faustino, um Fausto Nordestino; o espetáculo.
 
     Sob orientação do professor Raimundo Moreira, os formandos apresentaram o espetáculo 'Faustino, um Fausto Nordestino', de Eliane Ganem, baseado em um conto popular resgatado pela Literatura de Cordel. Para contar a história do personagem esperto que engana a todos para se dar bem, o grupo esteve envolvido em todos os processos da montagem. (Texto Jornalista Helmo Goés)


Foto Alex França

Foto Alex França

Foto Alex França

Foto Alex França

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado

Foto Paulo do Eirado